(49) 3621.2810

Você está em: Início  Edições  Mas afinal, o que é catarata?


Equipe

Revista SOS Saúde
(49) 3621.2810
revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mas afinal, o que é catarata?

A catarata é a opacificação do cristalino, que é a lente natural existente nos olhos, sendo responsável pela focalização adequada e formação da visão para longe e para perto. A transparência do cristalino é essencial para uma boa qualidade de visão e com o surgimento de opacidades nesta lente, a visão pode torna-se borrada, causando dificuldades nas atividades do dia a dia e até a cegueira em casos avançados.

Há muitas ideias erradas sobre a catarata, as quais devem ser esclarecidas. Em primeiro lugar, a catarata não passa de um olho para o outro, não é um tumor, nem uma formação de pele sobre os olhos. Geralmente a catarata desenvolve-se ao longo dos anos e nem sempre é a responsável pela baixa de visão queixada pelo paciente, pois sempre devem ser avaliados erros refracionais, alterações da superfície ocular, retinianas ou até de origem central.

O processo de envelhecimento natural do cristalino geralmente leva à formação de catarata, sendo a do tipo senil responsável por até 85% dos casos de catarata em pessoas acima dos 50 anos. Inúmeros fatores de risco podem provocar ou acelerar o aparecimento da doença como: medicamentos (corticóides), substâncias tóxicas (álcool e nicotina), doenças metabólicas (diabetes mellitus, hipertireoidismo ou doenças renais), trauma, radiações (UV, Raio X e outras), doença ocular (alta miopia e uveítes), cirurgia intraocular prévia, infecção durante a gravidez (toxoplasmose, rubéola) e até a desnutrição.

A evolução da opacidade cristaliniana varia entre indivíduos e até entre os olhos de uma mesma pessoa, podendo demorar alguns meses ou até anos para tornar-se clinicamente significativa.

Os sintomas mais comuns da catarata são: visão embaçada, sensibilidade à claridade ou ofuscamento, alteração da visão em cores, mudança frequente da refração dos óculos e necessidade de luz mais forte para a leitura.

Na busca por tratamento, o paciente deve ficar ciente de que não existem medicamentos, colírios, exercícios ou óculos que tenham benefício comprovado para a resolução da opacidade. Atualmente, a cirurgia de extração do cristalino pela técnica de facoemulsificação é o único método de tratamento. Quando a baixa de visão prejudicar as atividades diárias, a cirurgia deve ser considerada e avaliada juntamente ao seu oftalmologista.

Na cirurgia de catarata, a lente natural opacificada é removida e substituída por uma lente intraocular permanente, com a indicação precisa para as necessidades de cada indivíduo.

A catarata é uma causa comum de baixa de visão, principalmente em idosos. Apesar de parecer assustador, sempre devemos lembrar que existe tratamento. Procure um oftalmologista para obter um diagnóstico completo. Ele pode lhe orientar se a catarata, ou outro problema é a causa de sua baixa de visão, e também, se a cirurgia é apropriada para você.

Dr. Diogo C. Dalcin

Médico Oftalmologista - CRM/SC 24276 | RQE 14632

Acesse a matéria na revista


(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados