(49) 3621.2810

Você está em: Início  Edições  Constelação Sistêmica Familiar! Você já ouviu falar?


Equipe

Revista SOS Saúde
(49) 3621.2810
revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Constelação Sistêmica Familiar! Você já ouviu falar?

O que é a Constelação Sistêmica Familiar e qual a sua história?

A Constelação Familiar é uma terapia criada e desenvolvida pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger, a partir de um método terapêutico baseado na teoria dos Campos Morfogenéticos de Rupert Sheldrake – biólogo inglês.

O trabalho de constelação familiar é uma oportunidade de identificarmos o que está acontecendo com o sistema familiar, podendo assim resolver os conflitos a partir da escolha interna de cada um.

No que se baseiam as constelações?

A Constelação Sistêmica Familiar quebra os círculos viciosos e revela os mecanismos inconscientes do nosso comportamento e as influências externas.

Quando essas influências mostram-se nas constelações, o indivíduo recupera seu poder de fazer escolhas, se torna mais livre e produtivo. Essa teoria diz que todos estamos expostos – desde o nível celular até o indivíduo em sua totalidade – a um campo de informações invisíveis que nos influencia.

Poderíamos fazer uma comparação: seria algo parecido com o que acontece quando nós aprendemos algo (como escrever, dirigir, realizar tarefas que seguem um padrão) e depois aqueles procedimentos tornam-se totalmente automáticos para nós – é nosso cérebro que armazena as informações, e nós as buscamos toda vez que vamos executar a tarefa, sem que precisemos trazer para o consciente: nós apenas fazemos e realizamos aquilo que foi aprendido.

Este trabalho se baseia na existência de uma consciência familiar que "rege" nossos destinos. Cada vez que uma das ordens desta consciência é quebrada, ela age no sistema familiar, através de seus membros, "exigindo" uma compensação.

• O trabalho sistêmico vem a partir da concepção da vida, do fluir no desenvolvimento natural.

• Estamos dentro de um grande sistema contínuo, de diversos elementos que se interagem, e de certa forma, são interdependentes uns com os outros.

• Nenhum organismo é um sistema estático, fechado ao mundo exterior; e sim um sistema aberto, onde há uma constante troca de informações entre os mais diversos níveis.

Quais os princípios da constelação?

Seus princípios baseiam-se basicamente em:

• Aceitar pai e mãe;

• Incluir os excluídos;

• Separar o que está misturado;

• Quebrar padrões negativos repetitivos;

• Dar e receber com equilíbrio;

• Harmonizar o masculino e o feminino;

• Honrar a família;

• Ter permissão para seguir e ser feliz.

Como acontecem as terapias?

A Constelação Sistêmica pode ser realizada em grupo ou individualmente com utilização de bonecos ou figuras.

Em um grupo de constelação, quando os representantes são colocados na sala através da questão trazida pelo cliente, as informações guardadas no campo familiar deste são acessadas por meio de sensações corporais que fazem os representantes moverem-se na sala (o que chamamos de campo).

Essas movimentações geram imagens, que são reconhecidas pelo cliente, trazendo novos significados que o ajudam a caminhar em sua vida na direção de uma solução.

• Dessa forma, o que é colocado no campo não parte de uma ideia ou sugestão do terapeuta, nem do cliente.

• A percepção do terapeuta é o que guia o cliente em uma constelação, mas o que surge não parte, de forma alguma, do profissional.

• A informação que aparece é o que é acessado pelos representantes do campo familiar do cliente, que traz o tema da constelação.

O que a constelação pode lhe ajudar?

• Ajudar em conflitos familiares (pais, filhos, irmãos, tios, avós);

• Conflitos entre casais;

• Dificuldade em lidar com perdas de parentes, pessoas queridas ou parceiros;

• Dificuldade em relacionar-se de uma forma geral;

• Dificuldade em comunicar-se;

• Problemas de saúde;

• Conflitos entre sócios, funcionários e clientes;

• Problemas financeiros;

• Tudo aquilo que está ao nosso redor e nos influencia.

Devemos lembrar que a Constelação Sistêmica Familiar:

• Não é mágica;

• Não é religiosa;

• Não é adivinhação.

“Numa constelação nós vemos a realidade e todas as fantasias que regem nossa percepção infantil que são colocadas à prova. Isso é bom. Saímos de uma constelação mais maduros, mais humanos e mais capazes de entender o que atua na nossa natureza humana.”

Vinicius Barasuol

Naturólogo | ABRANA 100158

Acesse a matéria na revista


(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados