(49) 3621.2810

Você está em: Início  Edições  Ecocardiograma tridimensional em tempo real


Equipe

Revista SOS Saúde
(49) 3621.2810
revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Ecocardiograma tridimensional em tempo real

As técnicas de diagnóstico por ultrassom, particularmente em cardiologia, avançaram de forma acentuada nas últimas décadas. Houve melhora significativa na qualidade das imagens, mas também foram desenvolvidas novas técnicas que permitem analisar a anatomia e a função cardíaca de forma diferente. Uma dessas técnicas é a ecocardiografia tridimensional. A primeira tentativa de se obter imagens tridimensionais do coração pela ecocardiografia ocorreu na década de 60, mas só se desenvolveu posteriormente. Inicialmente, as imagens eram fixas e limitadas pela forma de aquisição, reconstrução e processamento "off-line". Após o desenvolvimento da ecocardiografia tridimensional em tempo real, foi possível, nos últimos anos, a aplicação ampla desta técnica e sua comercialização.

Essa nova tecnologia é o resultado do aumento da velocidade de aquisição de imagens por meio de novo processamento de informações que permite a observação ultrassonográfica volumétrica das estruturas cardíacas, a partir de planos anatômicos.

O equipamento de ecocardiografia 3D é dotado de programa que permite a identificação estrutural cardíaca em três dimensões, propiciando novas informações morfológicas e funcionais, facilitando assim, principalmente, a comunicação entre o cardiologista clínico e o cirurgião cardíaco.

Dentre as vantagens dessa nova tecnologia, podemos destacar a rapidez na aquisição das imagens, a observação das estruturas cardíacas a partir de novos planos anatômicos de observação não visualizados pela ecocardiografia bidimensional convencional, a maior e melhor identificação espacial das estruturas cardíacas e a possibilidade de melhor conhecimento dos mecanismos fisiopatológicos de algumas cardiopatias

Ele é realizado da mesma forma que o exame transtorácico convencional, porém com utilização de transdutor e softwares específicos, que permitem a reconstrução tridimensional da imagem durante o próprio exame ou posteriormente à liberação do paciente.

Pode-se destacar diversas aplicações deste método na prática clínica da cardiologia, na análise anatômica e espacial mais detalhada em patologias cardíacas congênitas e adquiridas (tais como: miocardiopatia hipertrófica, comunicações inter-atriais ou inter-ventriculares, tumores ou massas intra-cavitárias, estadiamento de derrames pericárdico e ou pleurais, disfunções de próteses, etc), na avaliação para indicação e seguimento de terapia de ressincronização cardíaca, mensuração mais acurada dos volumes ventriculares e da massa do ventrículo esquerdo, e em especial na quantificação e no prognóstico de pacientes com doença das valvas cardíacas. Particularmente nas doenças da valva mitral, a ecocardiografia tridimensional tem contribuído de forma importante na compreensão mais adequada da anatomia e função normais e anormais.

A ecocardiografia tridimensional em tempo real representa importante avanço à investigação diagnóstica não invasiva das doenças cardíacas e traz grande evolução na qualidade das informações detectadas pelo exame bidimensional convencional.

Humanitá Cardiologia

Dr. Elinton A. Menegon

Responsável Técnico - Cardiologista - CRM/SC 13651 | RQE 6811

Dr. Keilor Patta Butzke

Cardiologista - CRM/SC 15452 | RQE 9607/9664

Acesse a matéria na revista


(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados