(49) 3621.2810

Você está em: Início  Notícias  Quem Cuida, Adoece?


Notícias
03/07/2017
Quem Cuida, Adoece?

A condição de adoecimento caracteriza uma situação de crise onde inúmeras transformações ocorrerão na vida do doente e de seus familiares. Projetos de vida e planos podem ser interrompidos resultando em frustrações, perda de oportunidades e de segurança financeira. A doença, afeta com mais força o indivíduo acometido por ela mas, respinga em todos os membros da família. Sentimentos de negação do diagnóstico, inconformismo com a situação e a impotência em lidar com esta nova realidade também estão presentes.

O sofrimento toma conta. É deparar-se com a ideia de finitude do ser humano e com a necessidade de lidar com o desconhecido.

O ser humano é, por essência, um ser de cuidado. Cuidamos e somos cuidados desde o momento em que nascemos. Cuidar significa ter uma postura de responsabilidade, envolvimento, preocupação e apego. O senso de utilidade, o reconhecimento pelo empenho nos cuidados, o prazer em retribuir o cuidado que também recebeu deste familiar que agora necessita que alguém o cuide, são sentimentos positivos que também estão presentes nos cuidadores. Mas, a tarefa de cuidar, coloca o(a) cuidador(a) em uma série de situações adversas e implica mudanças abruptas na sua vida como: mudança de cidade, abrir mão de um trabalho, da vida social e até, da própria família. Muitas vezes anula-se para viver a vida do outro.

Tanta dedicação e a convivência diária com a dor e o sofrimento alheios podem acarretar inúmeros prejuízos a saúde física e mental de quem cuida: estresse, depressão, alterações do sono, ansiedade, distúrbios alimentares, etc. O cuidador acaba por negligenciar o autocuidado tornando-se assim mais vulnerável. A doença e suas implicações reforçam a fragilidade do ser humano.

É necessário estar atento às suas necessidades, emoções e desejos não deixando de olhar para a sua própria vida a fim de “recarregar as baterias” e reforçar o estímulo para continuar cumprindo as atribuições de um cuidador. É imprescindível adequar sono e repouso, realizar atividades prazerosas e manter atividade física. Enfim, preocupar-se com o autocuidado físico e emocional para evitar o adoecimento. A Psicoterapia auxilia muito nesse momento de desgaste, oferecendo suporte para quem cuida e para quem padece.

Viviane Zini

Psicóloga | CRP 07/07068

• Especialista em Terapia Cognitiva Comportamental;

• Formação em Terapia Focada nos Esquemas Mentais.

Fonte: Revista SOS Saúde

(49) 3621.2810

revistasossaude@hotmail.com

Rua Almirante Barroso, 1151 - Centro
São Miguel do Oeste, SC

Mapa de localização

Revista SOS Saúde © Todos os direitos reservados